Dicas para um programador iniciante se tornar intermediário

#1 – Aprenda outra liguagem
Não interessa qual linguagem você sabe: aprender outra tornará você um programador melhor. Melhor ainda será se a linguagem for bem diferente da que você conhece. Exemplo: se você programa em Java, não busque sobre C#, mas sim sobre Python ou Ruby e vice/versa.
Mas não adianta apenas fazer uma “leitura dinâmica” em outra linguagem. Aprender uma linguagem de programação consiste em três níveis de conhecimento: sintaxe, operações/bibliotecas e “como usá-la”. Os dois primeiros são simples: um programador experiente pode “se virar” com apenas poucas horas de contato. Mas o terceiro item – “como usá-la” – requer muito mais tempo, e pode ser aprendido apenas realmente utilizando a linguagem por alguns meses. O ideal é fazer um projeto com a linguagem desejada e fazê-lo no estilo da mesma.
Mas uma coisa é certa: aprenda outra linguagem e suas habilidades como desenvolvedor irão melhorar – e muito.

#2 Seja o melhor amigo do Google
Cada vez mais, um bom desenvolvedor não se trata apenas sobre suas habilidades em si, mas sim suas habilidades de encontrar informação. Com a quantidade absurda de frameworks existentes no mercado, ninguém sabe 100% de tudo. Desta forma, aprender a pesquisar é fundamental. A resposta está lá: basta saber fazer a pergunta correta.

#3 Ajude os outros
Velho dito popular: é ensinando que se aprende. Tudo que você sabe você aprendeu de alguém ou de algum lugar, então, tente ser aquela pessoa que ensinou ao invés da que aprendeu. Na internet também: use fóruns e responda a algumas questões que sejam de seu conhecimento. Você pode aprender trocando informações com outros membros deste forum.

#4 Utilize Software Livre
Conheça e utilize software livre. Aprenda Linux, procure por linguagens, bancos de dados e aplicações livres. Existe muita coisa boa por aí e você acaba aprendendo muita coisa ao utilizar tais soluções.  Segundo a revista INFO, 70% dos desenvolvedores utilizam ferramentas livres.

#5 Tenha a mente aberta
Verdade absoluta: programadores iniciantes nunca sabem se a forma que estão fazendo é uma das melhores. Desta forma, é normal respeitar a opinião de um amigo ou colega de trabalho mais experiente. Mas isso não significa que esta pessoa sabe o que é melhor apenas porque é mais experiente que você: portanto, tente estar sempre de mente aberta para outras formas de resolver um problema: sempre há algo a aprender.

#6 Aprenda alguns conceitos essenciais
Muitas coisas são essenciais para um programador, como por exemplo usar expressões regulares, design patterns, threads, bibliotecas, etc. Ninguém vira Expert da noite para o dia: então, continue sempre praticando e pesquisando. E desenvolver, se aprende praticando bastante.

#7 Aprenda como as coisas realmente funcionam
Antes de sair que nem um louco atrás de como funcionam as milhares de frameworks existentes por aí, aprenda como realmente funcionam as coisas por debaixo dos panos. Por exemplo: em Java, antes de partir pro JPA/Hibernate, entenda como funcionam anotações e JDBC. Ou antes de partir para um JSF/faces, entenda como funcionam os servlets/jsp e custom tags.

#8 Olhe códigos de programadores experientes
Tente buscar códigos de programadores mais experientes e veja com eles lidão com as mais variadas situações que ocorrem. Baixe um código-fonte de um software livre e veja como o mesmo foi montado. Mesmo que não esteja escrito da melhor forma, você aprenderá muito sobre escrita de código. Mas tome cuidado para não aprender maus hábitos ao ler estes códigos! A idéia não é sair imitando o que outros desenvolvedores escrevem, mas sim ter uma idéia de como as coisas podem ser feitas.

#9 Aprenda bons hábitos
Nada deixa mais claro que um código é de alguém inexperiente como nomes bizarros para variáveis e/ou métodos, código sem identação, etc. Aprenda as convenções da linguagem que você programa e SEMPRE deixe comentários em seus códigos. Note que esta dica não tornará você um desenvolvedor mais hábil, mas sim fará com que você não seja visto pelos outros como alguém iniciante. Mesmo se o cara for um programador senior, se escrever codigos “sinistros” são mau vistos, e ainda por cima deixam seus códigos mais difíceis de se dar manutenção.

#10 Divirta-se
Ninguém consegue evoluir caso não esteja gostando do que faz. Não é apenas o dinheiro que deve ser sua motivação, mas o próprio gosto pelo trabalho. Se você não está gostando do que faz e é um desenvolvedor junior, o que faz você pensar que se tornar um desenvolvedor intermediário ou sênior será melhor? Mude de emprego ou mude de área. Em contra-partida, se você realmente gosta do que faz, ótimo! Com certeza você se tornará um melhor desenvolvedor!

 

Vitor Vinicius Pessoa, SI , 4º Período.

 

http://blog.hallanmedeiros.com/2009/07/07/dicas-para-programador-iniciante-se-tornar-intermediario/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: